Palácio Nacional e Convento de Mafra

Concebido inicialmente como um pequeno convento para 13 frades, o projeto foi sucessivamente expandido, chegando ao de um imenso prédio de cerca de 40.000m², com todas as dependências necessárias para a acomodação de 300 frades da Ordem de São Francisco.

Ocupado pelas tropas francesas e depois inglesas na época das guerras peninsulares, o projeto foi incorporado à Fazenda Nacional quando houve a extinção das ordens religiosas em Portugal, em maio de 1834. De 1841 até os dias de hoje, foi sucessivamente habitado por diversos regimentos militares, sendo desde 1890 sede da Escola Prática de Infantaria e, hoje, sede da Escola das Armas.

Palácio Nacional e Convento de Mafra
Enviar mensagem
Precisando de ajuda?